fórmula do mdma

MDMA: substância pode transformar o tratamento do TEPT

CURIOSIDADES

Um estudo realizado pela Universidade da Califórnia, em São Francisco, não foi nada modesto. Foram 18 semanas de terapia com 104 pacientes. E adivinhe? Daqueles que tomaram MDMA, 71% apresentaram uma melhora tão significativa que nem podiam mais ser diagnosticados com TEPT.

Isso comparado a 47% daqueles que tomaram placebo. Surreal, não é? Saiba mais sobre isso!

Veja também: Os danos chocantes que o Paracetamol pode causar

Um tratamento além do convencional

E aí você se pergunta, mas por que o MDMA? Os testes indicaram que a substância ajuda na abertura emocional e redução da ansiedade, tornando mais fácil lidar com eventos traumáticos acompanhados de um terapeuta. Já imaginou a revolução no mundo da saúde mental?

Psicodélicos na saúde mental

Este estudo amplia a gama de evidências que apontam para o potencial terapêutico de drogas psicodélicas. Além do MDMA, substâncias como cetamina e psilocibina de cogumelos mágicos também estão no radar dos cientistas.

Por enquanto, o MDMA ainda é ilegal em muitos países, incluindo o Reino Unido. Mas a terra dos cangurus, a Austrália, já deu um passo à frente, permitindo a prescrição de MDMA para casos de TEPT e depressões mais resistentes.

Uma luz no fim do túnel, mas com ressalvas

Ainda que os resultados sejam promissores, especialistas como o professor Greenberg reforçam: o MDMA não será a primeira opção para todos os pacientes. Seria uma alternativa “rigorosamente controlada”, e sempre com o acompanhamento de profissionais especializados.

No universo da saúde mental, qualquer esperança é bem-vinda. E descobertas como essa mostram que, às vezes, a resposta pode estar onde menos esperamos. E aí, curioso para descobrir mais novidades incríveis do mundo da saúde e atualidades?

Continue navegando no Seu Passatempo e fique por dentro de tudo!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *