Reforma Tributária Brasileira vai acabar com alguns benefícios: veja se será afetado!

NOTÍCIAS

O Brasil tem uma fama não muito agradável quando se trata de impostos: são muitos e complicados. Entretanto, a Reforma Tributária tem como objetivo simplificar tudo isso. Imagine unificar vários tributos em um só? Pois é o que está sendo proposto! Mas, como nem tudo são flores, essa mudança pode acabar com certos benefícios fiscais, impactando diretamente no bolso de algumas empresas.

Veja também: Essas pessoas adquiriram “superpoderes” após acidentes traumáticos

Setores em alerta: quem deve se preocupar?

A indústria automobilística, o comércio e o segmento de tecnologia são os que mais devem sentir esse impacto. Contudo, especialistas argumentam que a médio e longo prazo, essa unificação pode ser vantajosa. Heleno Torres, um grande nome do Direito Financeiro, explica que, apesar das perdas iniciais, há compensações em créditos que esses setores podem aproveitar.

Os incentivos em risco

É grande a lista de programas que podem acabar com essa reforma. Temos o ProVeículo em São Paulo, o Riolog no Rio, o Desenvolve na Bahia e muitos outros. Esses programas oferecem vantagens fiscais que, com a nova legislação, podem ir por água abaixo.

O papel da reforma tributária

A proposta é criar o Imposto sobre Valor Agregado (IVA), que promete eliminar cinco outros impostos. Isso simplificaria todo o processo, tornando a tributação mais compreensível. Além disso, economistas projetam que essa mudança pode impulsionar o PIB do Brasil. A longo prazo, a perspectiva é otimista!

E quem sai ganhando nessa história?

Surpreendentemente, um dos grandes beneficiados deve ser a indústria. Um manifesto assinado por 130 empresas do setor defende a reforma e a adoção do IVA. Essa mudança, segundo eles, pode aumentar o PIB brasileiro em até 20%. Uma verdadeira revolução!

Finalizando…

Essa é apenas a ponta do iceberg. A Reforma Tributária é um tema complexo e cheio de nuances. Por isso, fique de olho aqui no Seu Passatempo para mais informações e detalhes sobre esse e outros temas que movimentam o nosso país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *