PM atira e mata cachorro de influenciadora em Guarapari na frente de crianças: revolta e comoção!

NOTÍCIAS

Uma tarde de lazer na Praia do Morro, em Guarapari, Minas Gerais, se transformou em tragédia quando um subtenente da Polícia Militar abriu fogo contra um cachorro golden retriever chamado Churros. O animal, de três anos, pertencia à irmã da influenciadora Iuly Lima, Iasmin Lima Peçanha Avelar, de 32 anos. O incidente chocou a todos, principalmente as crianças presentes.

Veja também: VÍDEO INACREDITÁVEL: Vinho tinto inunda ruas em Portugal

Cachorro dócil e tragédia inesperada

No fatídico sábado, Churros estava solto durante um passeio com sua tutora, seu marido e três crianças. Em certo momento, o cachorro latiu e pulou em direção ao policial, identificado como Anderson Carlos Teixeira. O PM, alegando ter se assustado, teria dito que mataria o cachorro e disparado três tiros contra o animal. Mesmo as crianças implorando para ele não atirar, ele resolveu matar o cachorro. As crianças ficaram desoladas.

Versão do policial e medidas tomadas

Em sua versão, o PM afirmou que foi atacado duas vezes pelo cachorro e que, na primeira investida, pediu aos donos do animal que o segurassem, já que Churros não estava com focinheira. Na segunda investida, temendo por sua segurança, sacou a pistola e efetuou um tiro.

O policial foi encaminhado à Delegacia Regional de Guarapari e autuado por maus-tratos aos animais. Posteriormente, foi liberado sem fiança, porém, com medidas cautelares restritivas, incluindo a proibição de portar arma de fogo.

Outro caso semelhante

Esse incidente traz à tona outro caso semelhante, onde dois cães foram mortos por um sargento da Polícia Militar do Espírito Santo, após saírem de casa. Pitty e Pipoca, as cachorrinhas, foram vítimas da violência policial, causando revolta e levando à investigação das autoridades.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus-Tratos Contra os Animais foi acionada, e a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente abriu inquérito para apurar o caso.

Este incidente recente serve como um alerta para a necessidade de maior conscientização e responsabilidade dos policiais em relação aos animais. Acompanharemos o desdobramento desse caso e outros relacionados a maus-tratos. Fique ligado em Seu Passatempo para mais notícias!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *