Cher Ami

Cher Ami: O pombo herói da Primeira Guerra Mundial

NOTÍCIAS

Durante a Primeira Guerra Mundial, os pombos-correio tinham um papel crucial na comunicação. Cher Ami, um belo pombo de plumagem preta, pertencia ao U.S. Army Signal Corps na França. De todos os 600 pombos sob sua responsabilidade, Cher Ami destacou-se por sua resiliência e coragem, entregando doze mensagens vitais em Verdun.

Veja também: Segredo Milenar: Por Que Os Egípcios Curavam Infecções Com Pão Mofado

Um ato heroico que entrou para a história

No dia 4 de outubro de 1918, Cher Ami embarcou em sua missão mais desafiadora. Mesmo atingido por tiros inimigos, ele não desistiu. Com uma perna ferida e uma cápsula de mensagem pendurada, o valente pombo trouxe um recado do “Batalhão Perdido” do Major Charles S. Whittlesey.

Graças a essa mensagem, 194 sobreviventes do batalhão foram resgatados e retornaram em segurança.

Reconhecimento por bravura

Por sua destemida atuação, Cher Ami foi condecorado com a prestigiosa Croix de Guerre francesa. Ao voltar para os Estados Unidos, infelizmente, sucumbiu aos seus ferimentos em 1919.

Contudo, sua memória perdurou. Em 1931, foi introduzido no Racing Pigeon Hall of Fame e recebeu uma medalha de ouro dos Organized Bodies of American Pigeon Fanciers.

Legado e homenagens

Hoje, uma réplica de Cher Ami encontra-se no National Museum of American History, simbolizando a bravura e determinação não apenas de um pombo, mas de todos os envolvidos na guerra. Ele nos lembra que, mesmo nas horas mais sombrias, atos de coragem podem iluminar o caminho e fazer a diferença.

Intrigado por histórias como essa? No Seu Passatempo, temos muitas outras narrativas fascinantes esperando por você. Explore, descubra e compartilhe momentos que marcaram a história!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *