mão branca com aliança dourada segurando martelo de sentença de madeira

Crimes dos 5 principais assassinos que entraram para a história

CURIOSIDADES

Ao longo da história, muitos assassinos se destacaram por seus atos brutais e sanguinários. Mas entre eles, alguns se tornaram notórios não só pela quantidade de vítimas, mas também pela frieza e astúcia com que cometiam seus crimes.

Aqui, revelamos os crimes dos 5 principais serial killers que deixaram uma marca sombria na história da criminalidade. Portanto, confira!

Veja também: Esse crime chocante transformou as leis de confidencialidade médica

John Wayne Gacy

Conhecido como o “Palhaço Assassino”, John Wayne Gacy chocou o mundo com seus crimes brutais. Entre 1972 e 1978, ele foi responsável pelo assassinato de 33 jovens, os quais muitas vezes eram enterrados sob sua própria casa em Chicago.

O mais assustador é que Gacy costumava se apresentar em festas infantis como “Pogo, o Palhaço”. Seus crimes só vieram à luz em 1978 quando a polícia investigou o desaparecimento de um adolescente e traçou o caminho de volta a Gacy. Em 1994, ele foi executado por injeção letal.

Timothy McVeigh

Em 19 de abril de 1995, Timothy McVeigh perpetraria um dos atentados mais mortais em solo americano. O bombardeio do Edifício Federal Alfred P. Murrah em Oklahoma City resultou na morte de 168 pessoas, incluindo 19 crianças.

McVeigh, um veterano do Exército dos EUA e simpatizante de milícias antigovernamentais, planejou o ataque como uma retaliação ao cerco de Waco em 1993. Em 2001, ele foi executado por injeção letal.

Aileen Wuornos

Aileen Wuornos, apelidada de “Dama da Estrada”, foi condenada pelo assassinato de sete homens na Flórida entre 1989 e 1990. Alegou que esses homens a haviam agredido ou tentado agredi-la enquanto ela trabalhava como prostituta.

Contudo, a falta de evidências consistentes em alguns casos levou a debates sobre suas reais motivações. Em 2002, Aileen foi executada por injeção letal.

Ricky Ray Rector

Ricky Ray Rector cometeu dois homicídios em 1981 em Arkansas. O primeiro foi o de um homem em uma boate após uma discussão; o segundo, dias depois, foi o de um policial que tentava prendê-lo.

O que trouxe notoriedade adicional ao caso de Rector foi sua decisão de deixar sua sobremesa “para depois” antes de sua execução, indicando possíveis problemas mentais que não foram devidamente considerados durante seu julgamento. Ele foi executado em 1992.

Ted Bundy

Ted Bundy é talvez um dos assassinos em série mais conhecidos do mundo. Charmoso e manipulador, Bundy confessou o assassinato de 30 mulheres durante a década de 1970, embora o número real possa ser muito maior.

Seus crimes se estenderam por vários estados dos EUA, com métodos que incluíam estrangulamento e espancamento. Suas vítimas eram geralmente mulheres jovens com características físicas semelhantes. Em 1989, ele foi executado na cadeira elétrica.

Crimes que chocam

Estudar a psique desses assassinos é um campo que fascina criminologistas e psicólogos. Os motivos e métodos variam, mas todos deixam uma marca indelével na história.

Interessado em mais histórias surpreendentes? O Seu Passatempo tem uma vasta coleção de histórias intrigantes que irão te prender do início ao fim. Fique conosco e explore o lado sombrio da humanidade!

Aproveite para nos seguir no Google Notícias!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *