jantar no escuro

Jantar no escuro? Veja essa tendência que está ganhando o mundo!

CURIOSIDADES

Já imaginou entrar em um restaurante sem poder ver o que está comendo? Parece estranho, mas é justamente essa proposta que tem cativado gastrônomos ao redor do mundo. Em um ambiente onde a visão é tirada de cena, outros sentidos assumem o protagonismo, proporcionando uma experiência culinária totalmente única. Entenda sobre o jantar no escuro!

Veja também: Festa das cores: um encontro gastronômico colorido e divertido com amigos!

A arte de saborear seu jantar no escuro

“Você degusta o alimento de uma maneira nunca antes experimentada”, comenta Edouard de Broglie, fundador do restaurante Dans le Noir?, que em tradução livre significa “No escuro”. Ao privar-se da visão, percebemos o quão desafiador pode ser depender somente do olfato e do paladar.

Como começou este fenômeno

Tudo começou em 2000, com o restaurante Blinde Kuh, em Zurique, um projeto pioneiro desenvolvido para pessoas com deficiência visual. Outras iniciativas semelhantes surgiram em cidades como Berlim, Paris, Londres e Barcelona.

E agora, os Estados Unidos se preparam para abraçar essa tendência, com um novo estabelecimento planejado para Nova Iorque.

Como funciona o jantar no escuro?

Jantar no Escuro
Foto: Canva.

O jantar começa em uma sala iluminada, onde os visitantes escolhem suas preferências alimentares. Mas, em vez de selecionar pratos específicos, você opta por categorias gerais, como carne, peixe ou vegetariano.

Com as escolhas feitas e as alergias informadas, você é levado para a sala escura. Sem a visão, os sabores, aromas e até as temperaturas dos pratos se combinam, criando uma aventura sensorial indescritível.

Curioso para descobrir mais?

A gastronomia é um universo repleto de surpresas e tendências inovadoras. Se você adora saber de todas as novidades do mundo da culinária e da cultura, não deixe de conferir mais conteúdos aqui no Seu Passatempo. Aqui, a próxima descoberta saborosa sempre está a um clique de distância!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *