Quadro amaldiçoado

Quadro amaldiçoado chama atenção na web e alcança alto valor em leilão

CURIOSIDADES

Um quadro que tem sido motivo de discussão e mistério está causando grande interesse na internet. Devolvido por duas vezes a uma loja solidária na Inglaterra, o quadro agora se destaca em um leilão online, por ” ser amaldiçoado ”, com lances que se aproximam de R$ 6 mil.

Veja também: Animais têm consciência? Entenda até onde o cientistas desvendaram esse mistério

As experiências de Zoe Elliott-Brown

Zoe Elliott-Brown, a atual detentora da obra, relatou uma série de ocorrências insólitas após adquirir o quadro. Segundo sua narrativa, ela presenciou manifestações peculiares, como a visão de um vulto escuro, além de ouvir barulhos desconcertantes em sua residência.

“Espero me livrar dessa maldição quando o quadro for vendido”, revelou Zoe, evidenciando o seu desejo de se desvincular do objeto.

Eventos inusitados ligados à obra

Desde que o quadro passou a fazer parte do ambiente da casa de Zoe, até o comportamento de seu cachorro mudou, mostrando-se agitado na presença da peça.

Em uma ocasião, Zoe e sua mãe foram surpreendidas por batidas na porta, sem que ninguém estivesse do lado de fora. Ao tentar retornar o quadro à loja, Zoe encontrou um obstáculo inesperado: um parafuso preso em seu pneu. Após avaliar a situação, decidiu colocar a peça à venda.

Da controvérsia ao sucesso

'Quadro amaldiçoado' é devolvido duas vezes na Inglaterra após donos ficarem assustados; veja

Apesar da fama preocupante do quadro, a peça tem atraído a atenção de diversos interessados. Foi listado no site eBay e, atualmente, conta com 34 ofertas. O montante mais alto ofertado se aproxima dos R$ 6 mil.

Além disso, sugestões para que a obra seja exposta em museus especializados também foram recebidas. A imagem do quadro, acompanhada de uma mensagem desafiadora, tornou-se popular na internet: “Ela voltou. Foi vendida duas vezes e voltou duas vezes. Você é corajoso o suficiente?”.

Origens da obra

Inicialmente à venda por 25 libras, o quadro foi rapidamente adquirido. Porém, a primeira proprietária o manteve por um curto período, justificando a devolução pela presença de uma “aura” desconfortável.

A segunda compra também foi breve, culminando na devolução da peça, que passou a carregar a advertência de “possivelmente amaldiçoado”.

Interessado em mais notícias e acontecimentos peculiares? Continue acompanhando o Seu Passatempo para estar sempre bem informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *