Veja quais foram os 5 terremotos mais fortes da história

CURIOSIDADES

Marrocos foi abalado recentemente por um terrível terremoto, deixando um rastro de destruição e mais de 2000 vidas perdidas. Mas como essa tragédia se compara aos maiores terremotos da história? Vamos explorar os cinco terremotos mais poderosos já registrados e analisar o impacto devastador que atingiu Marrocos.

Veja também: TRAGÉDIA: Terremoto no Marrocos já tem mais de 1000 mortos e centenas de feridos

1. Chile

Data: 22/05/1960 | Magnitude: 9,5

Na noite de 22 de maio de 1960, o Chile foi atingido em cheio pelo maior terremoto já registrado no planeta. Com aproximadamente 1.600 pessoas mortas, 3.000 feridas e mais de 2 milhões de desabrigados, o prejuízo estimado para o Chile foi de US$ 550 milhões (ou R$ 2,8 bilhões). O terremoto foi seguido por um tsunami, que deixou mortos no Havaí, Japão e Filipinas.

2. Alasca (EUA)

Data: 28/03/1964 | Magnitude: 9,2

Em 1964, um terremoto de magnitude 9,2 atingiu o Alasca, nos Estados Unidos. O terremoto, seguido por um tsunami, tirou a vida de 131 pessoas e causou prejuízos da ordem de US$ 2,3 bilhões (R$ 11,5 bilhões). Os efeitos do tremor foram fortemente sentidos em várias cidades americanas.

3. Sumatra (Indonésia)

Data: 26/12/2004 | Magnitude: 9,1

Às 0h58 do dia 26 de dezembro de 2004, um terremoto de grande magnitude atingiu a costa oeste da ilha de Sumatra, na Indonésia. O tsunami que se seguiu atingiu 14 países do Sul da Ásia e do leste da África, deixando cerca de 230 mil mortos ou desaparecidos e 1,7 milhão desabrigados.

4. Honshu (Japão)

Data: 11/03/2011 | Magnitude: 9,0

Pelo menos 15,7 mil pessoas foram mortas, 4.600 dadas como desaparecidas e 5.300 feridas quando um terremoto seguido por tsunami arrasou a costa leste de Honshu, a maior e mais populosa ilha do Japão. O prejuízo total para o Japão foi estimado em US$ 309 bilhões (R$ 1,5 trilhão).

5. Kamchatka (Rússia)

Data: 04/11/1952 | Magnitude: 9,0

Um terremoto seguido por um tsunami atingiu a península de Kamchatka, no extremo leste da Rússia, em 1952. Não houve registro de mortes, em grande parte pelo fato de a região ser pouco povoada. No entanto, o maremoto afetou o Havaí, nos Estados Unidos, provocando perdas da ordem de US$ 1 milhão (R$ 5,1 milhões).

O recente terremoto em Marrocos nos lembra da imprevisibilidade da natureza e da importância da preparação para enfrentar esses eventos catastróficos.

Acompanhe o Seu Passatempo para mais informações e análises sobre eventos globais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *