Renato Aragão perdeu ou não o direito da marca “Didi” para empresa chinesa? Descubra agora!

NOTÍCIAS

Após anos brilhando nos palcos e na televisão, o jornalista Ricardo Feltrin divulgou que Renato Aragão, de 88 anos, teria perdido o direito de usar a marca “Didi”. Uma empresa de tecnologia chinesa, Beijing Didi Infinity, teria adquirido os direitos do nome “Didi”, impedindo assim o ícone da comédia brasileira de associar seu apelido a produtos e serviços. Mas isso é verdade mesmo?

Veja também: Fim da pensão: Sean Preston, o filho mais velho de Britney Spears, alcança a maioridade hoje

Esposa nega

Lílian Aragão, esposa do comediante, rapidamente desmentiu as alegações, expressando sua indignação e chamando a notícia de “absurdo” e “mentira”. No entanto, apesar das afirmações firmes da família Aragão, uma verificação no site do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) mostra que, de fato, a marca “Didi” para transmissões radiofônicas e televisivas foi registrada pela empresa chinesa Beijing Didi Infinity. Este registro é válido de maio de 2022 até maio de 2032, lançando mais dúvidas sobre a situação.

Alerta que passou despercebido

O Instituto Nacional de Propriedade Individual (INPI) já havia informado Renato sobre a proximidade do vencimento da marca. Até o momento, o humorista não emitiu nenhuma declaração pública sobre o assunto.

Depois de um hiato na televisão desde 2020, Aragão havia recentemente revelado seu retorno aos palcos. Seu mais novo projeto, intitulado “O Adorável Trapalhão”, tem como foco sua incrível jornada pessoal e carreira no entretenimento.

Uma lenda da comédia brasileira

Marcando sua presença desde os anos 70, Renato Aragão é uma verdadeira lenda da televisão brasileira. Ele conquistou corações no programa “Os Trapalhões” e, posteriormente, em seu próprio show dominical “A Turma do Didi”. A tentativa de reviver o clássico em 2017 não foi bem-sucedida, mas sua trajetória no cinema é notável. Renato protagonizou 42 filmes, trazendo risos e diversão para várias gerações de brasileiros.

Apesar desse imprevisto legal, a marca Renato Aragão “Didi” é incontestável no mundo do entretenimento. Ainda assim, este é um lembrete importante sobre os desafios e a importância de manter a propriedade intelectual atualizada.

Continue nos acompanhando!

Quer ficar por dentro de mais notícias sobre seus artistas preferidos? Continue acompanhando o Seu Passatempo para as atualidades mais quentes do momento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *