carros dos correios

Correios dizem não à greve na véspera da Black Friday

NOTÍCIAS

Os Correios surpreenderam o mercado com uma notícia que traz alívio para o setor do comércio. A ameaça de greve dos Correios, prevista para iniciar nesta quinta-feira, véspera da Black Friday, foi oficialmente descartada pela estatal.

Além disso, eles estão otimistas e projetam um aumento de 8,18% nas entregas do tão esperado dia de promoções, em comparação com o ano anterior.

Veja também: Saiba o que esperar para comprar na Black Friday!

O presidente da instituição tranquilizou as pessoas

O presidente dos Correios, Fabiano Silva, está conduzindo as negociações com os funcionários de forma otimista. Ele apresentará uma proposta considerada “positiva” aos trabalhadores, afastando, assim, a possibilidade de greve.

Fabiano Silva destacou o compromisso da atual diretoria dos Correios com a empresa, a qualidade dos serviços prestados à sociedade e os resultados provenientes do trabalho conjunto dos empregados.

Operação especial para a Black Friday

Os Correios estão se preparando para a Black Friday com uma operação especial que promete agradar tanto os clientes quanto os funcionários. Uma das principais iniciativas é o desconto de 30% nos envios, tornando as compras online ainda mais atrativas para os consumidores.

Sindicatos aprovam a proposta

A boa notícia não para por aí! Os sindicatos dos Correios de Bauru (SP) e dos estados do Rio de Janeiro e Maranhão, representados pela Findect (Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios), aprovaram a proposta enviada pela empresa e decidiram não entrar em greve.

Os representantes dos trabalhadores da cidade de São Paulo ainda irão se manifestar em outra assembleia, nesta quinta-feira (23), mas a tendência é de aprovação da proposta da empresa.

Acordos e benefícios para os trabalhadores

Entre as medidas acordadas está um reajuste salarial de R$ 250 para os empregados a partir de janeiro de 2024. Esse reajuste ocorre para aqueles que recebem até R$ 7.000. Os Correios também concederão um crédito de R$ 1.500 extras no vale-alimentação.

Mais cedo, os Correios informaram que a empresa estava preparada para garantir a normalidade dos serviços durante a Black Friday. Isso caso as assembleias desses sindicatos tivessem aprovado paralisação parcial e pontual.

A ameaça de greve que pairava sobre os Correios, com início previsto para a véspera da Black Friday, era uma resposta àquilo que a federação chamou de recusa da empresa em resolver questões relacionadas à assinatura de um acordo coletivo.

De acordo com a Findect, a empresa apresentou um termo corrigindo 12 das 26 demandas, o que levou os sindicatos a orientar os trabalhadores pela aprovação da proposta. Com isso, a greve foi evitada, garantindo que as entregas da Black Friday e dos dias subsequentes ocorram sem interrupções.

Essa virada de jogo nos Correios é uma ótima notícia para o comércio e para todos os consumidores ansiosos pela Black Friday. Então, fique ligado (a) no Seu Passatempo para mais informações sobre as novidades e surpresas deste evento tão esperado!

Não quer perder nenhum conteúdo exclusivo do Seu Passatempo? Então, vá até o Google Notícias e selecione “✩ Seguir”. Assim, todas as nossas atualidades aparecerão diretamente para você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *