Pequena sereia

No que a Pequena Sereia da Disney se diferencia da história original?

CURIOSIDADES

Na narrativa original de “A Pequena Sereia“, cada passo que a sereia dava em suas novas pernas era comparado a caminhar sobre lâminas afiadas. Para agradar ao príncipe, ela dançava para ele, suportando uma dor insuportável. Infelizmente, o coração do príncipe era destinado a outra, o que culminava em um desfecho trágico: a sereia tirava sua própria vida.

Veja também: Filmes incríveis para assistir com crianças no fim de semana

O propósito dos contos de fadas

Originalmente, contos de fadas não eram criados para serem histórias alegres que encantassem as crianças. Na verdade, eram narrativas com lições morais, ensinando sobre certo e errado, ou apresentando as realidades cruéis do mundo. Estes contos, muitas vezes sombrios, refletiam a vida como ela era – implacável e cheia de desafios.

A moral da Pequena Sereia

A versão original de “A Pequena Sereia” traz uma lição profunda: não se sacrifique nem mude sua essência por ninguém, pois nem todos estariam dispostos a fazer o mesmo por você. Esta perspectiva é contrastada pela abordagem da Disney, que optou por um final mais leve e otimista.

A mágica Disney

É inegável que a Disney tem o dom de transformar histórias sombrias em aventuras encantadoras para toda a família. Enquanto alguns acreditam que essa abordagem suaviza demais as narrativas, outros veem como uma forma de proporcionar momentos lúdicos e mágicos para crianças de todas as idades.

Cada versão de “A Pequena Sereia” tem seu valor e encanto. Enquanto a original nos faz refletir sobre nossas escolhas e sacrifícios, a adaptação da Disney nos lembra do poder da esperança e do amor verdadeiro.

Não quer perder nenhum conteúdo exclusivo do Seu Passatempo? Então, vá até o Google Notícias e selecione “✩ Seguir”. Assim, todas as nossas atualidades aparecerão diretamente para você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *