Mauro CID

Mauro Cid, ex-ajudante de ordens, vai delatar Bolsonaro

NOTÍCIAS

Segura essa! O ex-ajudante de ordens, Mauro Cid, compareceu “de livre e espontânea vontade” ao Supremo Tribunal Federal (STF) na tarde desta quarta-feira (6) acompanhado de seu advogado, Cezar Bitencourt.

O objetivo? Confirmar que ele está disposto a fazer uma delação premiada. O encontro foi com um juiz do gabinete do ministro Alexandre de Moraes. Como será que isso vai afetar o cenário político? Confira mais informações!

Veja também: Bolsonaro atrai olhares de autoridades após suspeitas de possível fuga

Uma delação que pode abalar estruturas

Uma delação premiada de Mauro Cid pode complicar ainda mais a situação do ex-presidente Jair Bolsonaro. Os detalhes dessa delação ainda são um mistério, e não sabemos quais casos serão priorizados.

No entanto, para que sua colaboração seja aceita pela Justiça, o coronel terá que apresentar não apenas depoimentos, mas também provas.

O braço-direito de Bolsonaro

Mauro Cid foi muito mais do que um simples ajudante de ordens. Ele esteve ao lado de Bolsonaro em diversas ocasiões, desde entrevistas até reuniões importantes. Nos quatro anos de governo passado, ele foi o braço-direito do então presidente da República.

O caso das joias: um ponto-chave

Cid não está para brincadeira! Ele esteve diretamente envolvido no caso das joias, desde os primeiros passos, como revelado pelo Estadão.

No final do governo, ele até despachou um auxiliar para tentar recuperar um kit de joias que o casal Jair e Michelle Bolsonaro havia recebido do governo da Arábia Saudita. As joias estavam retidas pela Receita Federal no aeroporto de Guarulhos.

Além disso, o ex-ajudante de ordens participou da operação para vender outros objetos de valor que Bolsonaro havia recebido como presente durante seu período como chefe de Estado. Esses itens deveriam ser devolvidos à União, mas acabaram sendo enviados para venda nos Estados Unidos.

Cid deixou rastros em e-mails, mensagens de aplicativos e transações financeiras que podem ser cruciais nas investigações. Que situação, não é mesmo?

Aqui no Seu Passatempo, você fica por dentro de todas as fofocas e novidades do mundo político. Continue acompanhando nosso conteúdo e não perca nenhuma atualização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *