Fim de uma Era! Saraiva fecha todas as lojas físicas e demite os funcionários

NOTÍCIAS

Na quarta-feira, 20 de setembro de 2023, uma notícia abalou o mundo dos livros no Brasil: a Livraria Saraiva, um ícone do mundo literário, demitiu todos os seus funcionários e fechou suas últimas cinco lojas físicas. O que antes era uma rede de cerca de 100 livrarias em todo o país agora é apenas uma lembrança.

Veja também: Livro de Will Smith traz respostas para cena que todos testemunhamos no Oscar

Um império literário desmorona

A Livraria Saraiva, fundada em 1914 por Joaquim Ignácio da Fonseca Saraiva, começou como uma pequena livraria de livros usados no Largo do Ouvidor, em São Paulo. Ao longo dos anos, ela se especializou em obras jurídicas, expandiu sua oferta para incluir livros didáticos e obras gerais, e eventualmente se tornou uma das maiores redes de livrarias do Brasil. Em 1972, a Saraiva se tornou uma companhia aberta, marcando uma nova fase de crescimento.

Nos anos 1980, a empresa investiu na expansão de sua rede de livrarias, abrindo megastores e entrando no mercado de e-commerce em 1998. Aquisições estratégicas, como a da Editora Atual e do Pigmento Editorial S.A., solidificaram ainda mais sua posição no mercado editorial.

Desafios financeiros e cortes drásticos

No entanto, em 2018, a Saraiva enfrentou dificuldades financeiras significativas. A empresa fechou 20 lojas em um único dia, reduzindo sua rede para 84 unidades. Um mês depois, ela entrou com um pedido de recuperação judicial, revelando uma dívida de R$ 674 milhões. Essa foi a primeira indicação de que a Saraiva estava em apuros.

Ao longo dos anos seguintes, a empresa continuou a fechar lojas, focando mais em seu varejo de livros e se afastando da venda de eletrônicos. A pandemia de COVID-19 exacerbou os problemas, e em 2021, a Saraiva entrou com o primeiro Aditivo ao Plano de Recuperação Judicial, seguido por um segundo pedido em 2022.

Fim de uma Era

Em julho de 2023, a Saraiva fechou mais sete lojas, incluindo unidades em São Paulo, Espírito Santo, Pará, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Goiás. Finalmente, em 20 de setembro de 2023, a notícia da demissão de todos os funcionários e o fechamento das últimas cinco lojas físicas da Saraiva marcou o fim de uma era na história das livrarias no Brasil.

O futuro da Saraiva permanece incerto, com discussões sobre a transformação das ações preferenciais em ações ordinárias em uma Assembleia Geral Especial de Preferencialistas (AGESP). No entanto, uma parte importante da história literária do país agora reside apenas na memória.

Continuaremos acompanhando

À medida que a saga da Saraiva se desenrola, o Seu Passatempo estará aqui para fornecer atualizações sobre a situação. Enquanto a última página se fecha para as lojas físicas da Saraiva, esperamos que a trajetória da empresa ganhe uma nova vida online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *