Meta prepara plano de assinaturas para Instagram e Facebook

NOTÍCIAS

Segundo o The New York Times, a Meta está considerando lançar um plano de assinaturas para se livrar dos incômodos anúncios no Instagram e Facebook, mas há um detalhe: essa opção seria exclusiva para o mercado europeu. Isso acontece devido à pressão regulatória relacionada à GDPR, a Lei Geral de Proteção de Dados, que tem preocupado a empresa em relação ao uso de dados dos usuários.

Veja mais: Próximos Lançamentos de Filmes na Netflix em 2023

Fim da coleta de dados?

Fontes não identificadas da empresa revelaram a informação na sexta-feira. Mesmo com essa opção de assinatura, que não utilizaria dados dos usuários para direcionar anúncios personalizados, a Meta continuaria oferecendo versões gratuitas dos aplicativos para a União Europeia.

Preço em questão

O valor da assinatura ainda é um mistério. Atualmente, a Meta oferece o Meta Verified, um plano que permite que os usuários paguem pela verificação de contas e por recursos extras. Esse plano custa R$ 45 mensais na web e R$ 55 mensais no aplicativo.

Multas e polêmicas

A Meta enfrentou uma multa de 1,2 bilhão de euros (cerca de R$ 6,5 bilhões) da União Europeia em maio deste ano. A acusação era de envio ilegal de informações de usuários dos EUA, o que resultou na maior multa de privacidade já aplicada pelo bloco.

Diante de multas e queixas da UE, a Meta busca alternativas para manter sua presença na Europa e sua receita. No entanto, já vemos reflexos, como a não disponibilidade de produtos como o Threads na UE.

Acompanhe o Seu Passatempo para mais atualizações sobre essa reviravolta na privacidade das redes sociais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *