Vídeo: bebê se mexe em velório e família acusa hospital de erro médico!

NOTÍCIAS

Familiares de um bebê de seis meses de vida causaram comoção e revolta na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Abaetetuba, nordeste do Pará. Eles alegam que a criança, cuja morte foi confirmada pelo hospital devido a uma obstrução intestinal, teria se mexido dentro do caixão durante o velório, levantando suspeitas de que estivesse viva.

Veja também: URGENTE: A segunda maior cidade do Reino Unido declara falência!

O desespero da família

Com o caixão nos braços, os parentes entraram na UPA em busca de respostas. O vídeo que circula nas redes sociais mostram a angústia e desespero da família diante da situação inusitada.

@qbnewsoficial

A Prefeitura de Abaetetuba informou que “foi realizado todo o protocolo para que o óbito fosse atestado, não restando dúvida sobre a condição, posteriormente confirmada pela equipe do Hospital Regional Santa Rosa”.

♬ som original – qbnewsoficial

Prefeitura se Pronuncia

Em nota oficial, a Prefeitura de Abaetetuba lamentou a perda da família e negou qualquer erro no atestado de óbito. A administração municipal argumentou que a “impressão de sinais vitais e movimentos após o óbito devido ao armazenamento de energia” é uma ocorrência comum.

“Afirmamos que foram empreendidos todos os esforços no sentido de salvar a vida da paciente, bem como, foi realizado todo o protocolo para que o óbito fosse atestado, não restando dúvida sobre a condição, posteriormente confirmada pela equipe do Hospital Regional Santa Rosa. Oportunamente, esclarecemos que é comum a impressão de sinais vitais e movimentos após o óbito devido ao armazenamento de energia, além de sofrer influência de outros fatores, como temperatura ambiente. O que pode ter causado o referido episódio”, afirma a nota.

Perícia em Andamento

A Prefeitura e a Secretaria Municipal de Saúde acionaram o Instituto Médico Legal (IML) para realizar uma perícia que atestará o horário do óbito. Um Boletim de Ocorrência também foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Abaetetuba.

Não deixe de acompanhar o Seu Passatempo para as atualizações deste caso surpreendente! Clique aqui para mais informações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *