YouTuber é morta pelo próprio pai em terrível ‘crime de honra’

NOTÍCIAS

Tiba al-Ali era uma jovem YouTuber iraquiana cheia de vida e alegria. Com vídeos divertidos sobre sua rotina e interesses, ela conquistou uma grande quantidade de seguidores em sua plataforma. Seu sucesso começou em 2017, quando ela lançou seu canal aos 17 anos, após se mudar do Iraque para a Turquia.

Veja também: REVOLTANTE: Mulher pede ajuda a policial Santa Rita do Araguaia mas é agredida por ele

Uma visita trágica

Em janeiro deste ano, Tiba decidiu visitar sua família no Iraque. No entanto, essa visita terminou de maneira trágica, quando ela foi morta pelo próprio pai. O assassinato chocante não foi considerado “premeditado”, resultando em uma pena de apenas seis meses de prisão para o pai.

A morte de Tiba al-Ali gerou protestos em todo o Iraque e trouxe à tona a questão dos “crimes de honra”. Essa terrível tragédia também evidenciou as difíceis condições enfrentadas pelas mulheres em um país extremamente conservador.

A luta por mudanças

Centenas de mulheres no Iraque saíram às ruas para protestar contra a legislação que permite penas reduzidas em casos de “crimes de honra”. O Código Penal Iraquiano muitas vezes concede penas mais leves se o crime for cometido sob provocação ou se o acusado alegar “motivos honrosos”.

Autoridades iraquianas prometem investigação rigorosa

Autoridades iraquianas estão comprometidas em buscar justiça no caso de Tiba al-Ali. O General Saad Maan, porta-voz do Ministério do Interior, garantiu que a investigação está em andamento e que todas as provas serão apresentadas ao Judiciário para a sentença.

Continue acompanhando o Seu Passatempo para mais notícias sobre eventos e questões que afetam a comunidade mundial. Desejamos paz e justiça para Tiba al-Ali e todas as mulheres que enfrentam desafios semelhantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *