Demissão em massa na Maxmilhas: crise da 123 milhas se espalha para empresas do grupo

NOTÍCIAS

A crise que afetou a 123 Milhas parece estar se espalhando para outras empresas do mesmo grupo. Nesta segunda-feira (4), a Maxmilhas demitiu 82 funcionários, deixando muitos surpresos e preocupados com o futuro.

Veja mais: Se você está bebendo 2 litros de água por dia PARE AGORA!

Ex-funcionários compartilham suas experiências

Os rumores sobre as demissões começaram a circular no LinkedIn, onde diversos ex-funcionários da Maxmilhas relataram suas saídas. Desenvolvedores de software e supervisores compartilharam suas experiências, revelando que foram atingidos pela demissão em massa.

Tanto a Maxmilhas quanto a 123 Milhas fazem parte do mesmo grupo, após uma fusão anunciada no início de 2023. A crise que começou na 123 Milhas se tornou pública quando a empresa cancelou passagens programadas para os meses seguintes.

O Caso 123 Milhas

A 123 Milhas enfrentou problemas após o cancelamento de passagens da linha Promo, programadas para setembro a dezembro de 2023. Isso atraiu a atenção de autoridades e órgãos de defesa do consumidor, levando a uma demissão em massa em nome da “reestruturação” da empresa.

Veja mais: 123milhas: sócios podem ter bens bloqueados para reembolsar clientes

Confirmação das demissões

A Maxmilhas confirmou as demissões e revelou que reduziu seu quadro de funcionários em 18%. A empresa destacou seu compromisso em apoiar os 82 funcionários desligados, oferecendo ajuda para recolocação e novas oportunidades no mercado de trabalho.

A crise no mercado de viagens continua a impactar as empresas do grupo, mas a Maxmilhas reafirma seu objetivo de inovar e manter seu foco nos clientes. Fique ligado no Seu Passatempo para mais atualizações sobre essa situação em constante evolução!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *